quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Colega


Nós eramos sempre os ultimos a irmos embora, era o nosso horario do expediente. Então ele teve uma idéia: Me comer no banheiro da empresa. Eu de primeira achei aquilo uma loucura e de início claro que não aceitei... Mas as conversas do msn me deixava louquinha, toda molhadinha e doida pra conhecer o pau dele... Resolvi aceitar o desafio e então combinamos de meter no banheiro. 
Sempre que eu chegava no trabalho, passava pela mesa dele e ele me olhava com aquela cara de safado e me subia um frio nas costelas só de imaginar a loucura que estava para acontecer.
Estava combinado às 19:30 no banheiro daquele andar. Ele foi primeiro, entrou na cabine e ficou esperando... Cheguei e entrei na cabine, ele me puxou pelos braços e ainda estava de calça mas dava pra perceber o delicioso volume da pica dura... Ele me disse que estava se animando por cima da calça desde as 19hs... Me agarrou por trás e primeiro me encochou ainda de roupa, minha buceta já estava toda molhada. 
Me abaixei e abri a calça dele, a pica dura saltou da cueca na minha cara já pulsando de tesão...
Fiquei admirada com aquela pica... que delícia... 
Chupei sem pudor até que ele me afastou pelos cabelos, colocou a camisinha e me botou de costas pra meter. Bombou tão gostoso que minhas pernas estavam trêmulas... Enquanto bombava por trás, acariciava deliciosamente a minha buceta. Os dedos deslisavam com muita facilidade, eu estava toda melada. Cuspindo um pouco na mão, abriu um pouco minha bunda e eu desacreditei no que aconteceria. Ele foi enfiando um dedo e rodava pra afouxar e enquanto isso metia na buceta devagarzinho. Tirou a pica dura e enfiou no meu cuzinho que já piscava de tesão.. No início doeu um pouco mas ele acariciava meu grelinho e me dava tanto tesão que amenizava a minha dor. Não aguentei e gozei na mão dele... Gozei tanto que até escorreu um pouco nas pernas.
Estava quase morrendo de tesão.. Ele bombou até gozar e infelizmente teve que gozar rapido pra niguém notar o nosso sumiço...

Nos recompomos e voltamos para o nosso posto.

Reações: