segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Manual do Sexo Anal

Bom essa não é uma postagem minha retirei do site do que as mulheres gostam, gostei muito pois demonstra bem a relação com o sexo anal, explicando como praticar da foram certa sem dor e com muito prazer. então aproveitem a leitura !


Publicado por: Luca em

Olá! Meu nome é Y. tenho 18 anos e moro em Sampa, comecei à ler o blog há apenas 1 semana e estou gostando muito! Me divirto com as dúvidas e com os comentários! Vocês são o máximo!

Enfim,vou ser rápida. Estou noiva há 2 anos e nossa relação sexual é muito boa, adoramos testar coisas novas etc. Mas o sexo anal é um tabu para os dois. Acontece que ultimamente tenho tido dúvidas sobre isso “Se várias pessoas fazem é porque deve ser bom né?”. Porém tenho medo de ter alguma complicação para evacuar ou sei lá… Não sei se é um lugar para entrar algo, entendem? (Meio esquisita eu né?) Mas estou com muuito medo e dúvidas sobre precauções e higienização. Sei que todos falam de lubrificantes e etc.. E se na hora der vontade de …? QUE TENSO!


POR FAVOOOR
ME AJUDEM!


Y.




Gata, obrigada pelos elogios! Veja bem, sexo anal é sim um tabu. Tecnicamente não é o lugar ideal para relações sexuais, e justamente por isso acaba sendo bom: é mais apertado e tem pouca [ou nenhuma] lubrificação. Mas tem o FETICHE. Não adianta, é uma puta sensação de “Sou foda!” pro cara quando ele come um cu.

Como você é iniciante nas artes traseiras, preparei um manualzinho que pode te ajudar.

Primeiramente, dar o cu não é coisa muito fácil. Não é só abrir a bunda e deixar o pau entrar. Tem a ver com confiança, segurança, excitação… não dá pra estar com nada pela

metade, todos os fatores tem que estar cooperando.

1- A Preparação

Você, safadinha que quer dar o cu. Você mesma. Você sabe o que sai de lá, né? Não me venha com “cocô”. Sai MERDA mesmo. E se não estiver limpo, aí que dar o cu vai ser uma merdaiada total. Se você não tem tanta sorte como eu [Deus me deu um cu limpíssimo, ainda bem!], você precisará garantir um mínimo de limpeza no seu brioco. Pra isso, você tem três opções:

a) Fazer a chuca

Abra o chuveiro e garanta uma temperatura morna-quase-fria. Pegue a mangueirinha e coloque na portinha do furico [não é pra enfiar a mangueirinha, o que você vai enfiar é outra coisa depois]. Conte até 5 ou 10 [ou sinta-se "cheia"] e tire. Tente segurar a água dentro de você e vá até o vaso sanitário. Sente-se e liberte-se! Isso dá uma limpada linda!

-> Se você divide o banheiro com alguém, arrume outra mangueirinha ou parta pras próximas opções. Existe um negócio chamado microbiota, as bactérias do seu intestino. No cu elas não fazem nada, mas fora dele… é uma desgraça.

-> Tire a ponta do chuveirinho! Você pode até achar que está larguinha, mas aquele negócio é meio grande, né?

b) Enema de Glicerina Para Clister


Se você é mais descolada, faz o tipo “quero que se foda mesmo”, vá até a farmácia e peça por um enema de glicerina para clister. Vem lá as instruções, é só seguir direitinho. O princípio é o mesmo da chuca.

c) Dieta

Agora, se você ainda não quer arriscar colocar nada no seu cu, cuide da sua alimentação neste dia. Não é 100% garantida, mas ajuda. Consuma muita fibra e folhas verdes. Muito iogurte natural, aveia, couve, mamão, soja, maçã, laranja, etc. De jeito nenhum coma feijão, leite, batata, ovo, alho, cebola, torresmo, repolho, bacon… Vá ao banheiro pelo menos 3 horas antes de dar e não coma depois disso. Se der fome? Sifudeu.

Não esqueça de ter camisinhas à mão. Sexo anal é coisa MUITO séria, e não dá pra dispensar o preservativo de jeito nenhum.

2 – As Preliminares

Você já está limpinha, agora é só cair de bunda? Não! Agora é a hora que você vai ver o quanto o cara quer comer seu rabinho. Se a gente já é chatinha o suficiente pra precisar de alguma preparação antes de meter tradicionalmente, imagina pra dar o fiofó! Abusem das preliminares, mas abusem MESMO, façam o sexo-padrão-gostosinho e depois que você estiver bastante excitada o cara vai… pras preliminares. No cu. Faça com que ele use a boca e a língua, bastante. Nada mais justo do que cobrir de beijinho, mordidinhas e lambidinhas uma coisa que ele deseja tanto.

Depois que ele já te lambuzou todinha, ele vai continuar preparando o terreno. Vai pegar o lubrificante [algum à base d'água, por favor!], passar nos dedinhos e brincar. Não é pra sair enfiando o dedo como se fosse uma buceta! Ele só vai colocar a pontinha do dedo e brincar. Conforme as suas reações, ele pode ir aprofundando o movimento. Isso te deixará relaxada e excitada, mais de meio caminho andado. Se ele conseguir colocar dois dedos, VOILÀ!, você está no ponto.

3 – A Penetração

Na hora de meter mesmo, mais lubrificante. Por mais que vocês estejam pirando na ideia, vão com calma. Ele precisrá de paciência e firmeza para chegar ao fundo desta bunda tão desejada.

Imagine que a penetração anal se dá em três fases:

a) Ele vai enconstar a cabeça do pau na sua bundinha, e deve exercer uma pressão suave – e determinada. Quando a cabeça do pau estiver lá dentro, é a hora em que ele para um pouco – dando tempo pro seu cu se acostumar com a ideia do invasor e comece a se acomodar. Enquanto isso, ele te fala umas sacanagens, beija seu pescoço, sua nuca, te masturba… tudo pra que a excitação mantenha-se em alta.

b) O cu já não reconhece o pau como um inimigo? Então volte a forçar a penetração, suavemente, lentamente. Chegou na metade da rôla? Continue com calma, fazendo o movimento de entra-e-sai [mas sem sair, né?], lembrando sempre: paciência, suavidade, lentidão.

A partir daí não tem volta. É se entregar às sensações e se acabar de delícias.

Cadê a terceira parte? Oras, é quando você começar a falar “põe tudo!”, “vai até o fundo!”, “mais forte!”… Hihihi!

4 – As posições

Existem posições que prometem menos dor. Aí é um jogo de tentativa e erro. Mas vou falar de algumas aqui.

a) De ladinho

Reza a lenda que é a que dói menos. A mulher tem controle total da situação, dosando a profundidade, além de proporcionar movimentos mais suaves.



b) De bruços

A mulherada costuma gostar dessa. Facilita a penetração [principalmente se colocar um travesseiro embaixo da barriga] e é confortável.



c) De Quatro

Essa é clássica. Todo mundo sabe como funciona. A maior vantagem é que o cara vai poder te comer e ficar olhando, coisa que eles curtem pra caralho. Cuidado porque ela permite penetrações mais profundas.



d) Em pé

Se apoia em algum lugar e dá uma inclinadinha. No fim, é o mesmo esquema que dar de quatro.



e) De Frente

Não é tão comum, mas oferece uma porrada de vantagens. Além da interação entre os parceiros [olho no olho é uma coisa!], a posição é a mais confortável para você se masturbar enquanto ele te penetra. Facilita ainda mais se colocar um travesseiro embaixo do bumbum.

f) Agachada e Sentada


De cócoras. Como quando a gente faz xixi no mato. Também promete menos dor e a garantia do controle da intensidade e da velocidade. Conforme vai evoluindo, vira “A Cavalgada do Amor”. Hahaha! Dizem que quem nunca comeu cu assim não conhece o paraíso. Será?

g) Contorcionista

Manola, é daquelas posições de filme pornô. Tem que ser ninja.



Espero que o manualzinho seja útil, gata. Boa sorte!

E se alguém acha que faltou alguma informação, diga nos comentários. Pra isso existem os updates !

Reações: