quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Tipos de seios - os mais variados tipos de seios !

Texto original de Isaias Malta


Não há como negar que a grande preocupação estética das mulheres é com os seios, seu tamanho, sua forma e quando a sua estética se desvia dos estereótipos impostos pela indústria pornográfica. Uma prova destes temores são os vários depoimentos recebidos por este Blog, por consulentes assediadas pela suspeita de que seus seios são caídos.

» 10 respostas sobre seios caídos.

Top seios

São eles normalmente o principal motivo que leva as mulheres ao consultório do cirurgião plástico e em lá estando... começa a morder o bichinho da reforma, uma ruguinha aqui, um culotezinho acolá, um pneuzinho incomodativo. Assim, entre excessos e carências, muitas mulheres partem para a lipoescultura, quando na realidade não resolvem o principal problema, que é o de auto-aceitação, de cuca mesmo.


A solução cirúrgica, sem ter equacionado as "minhocas da cabeça", é um paliativo de pouca duração, pois qualquer intervenção cirúrgica deveria trazer um saldo positivo na relação entre custo e benefício. Ora, quando alguém decide se submeter a procedimentos médicos que requerem anestesia geral, assumindo todos os riscos inerentes a este tipo de intervenção, para os outros se torna difícil aceitar que uma pessoa saudável jogue a sua vida na roleta russa da mesa de operação apenas para ter um “visual melhor”.


Admito que nunca me surpreendo quando vejo nos jornais as notícias de mulheres lindas e saudáveis morrerem em consequência de intervenções cirúrgicas supérfluas. E também é claro que a maioria dos óbitos não são em consequência de erros médicos, mas sim em decorrência de complicações normais que qualquer paciente está sujeito quando se submete voluntariamente aos enormes riscos envolvidos em cirurgias de grande porte. O grande erro médico presente nas mortes e nas complicações pós-operatórias, tais como rejeições, infecção hospitalar, cicatrizações queloides e feridas cronicamente supuradas é o profissional estético não ter encaminhado a paciente linda e fisicamente saudável ao devido tratamento psicológico.


Para exemplificar o exposto acima, trago uma pequena lista de tipos de seios que destoam dos estereótipos propugnados pela Sociedade de Consumo. Em muitos casos, a intervenção estética, por não trazer grandes benefícios em relação aos custos, não justifica a loucura de uma pessoa saudável cair nas engrenagens do sistema hospitalar apenas porque está tentando resolver as suas frustrações mentais.


1) Grandes.

Tamanho grande de seio significa também um aumento de carga importante sobre a coluna, o que pode acarretar problemas posturais, lesões lombares, etc. Se a mulher não sente desconforto com o peso dos seu seios, certamente é
melhor ficar com eles com estão porque há uma verdadeira legião de homens que entortam o pescoço para apreciar um belo para de “air-bags”.
Correção: quando o peso das mamas está causando sérios problemas de postura que podem redundar em deformações e lesões na coluna cervical e outros problemas de saúde, é altamente recomendável a masmoplastia.
» Cirurgia Redutora de Mamas ou Mamoplastia de Redução.


2) Caídos.
Seios Caídos
A grande dúvida das mulheres é definitivamente se os seus seios são caídos, o quanto são, se são, etc. No momento em que se sabe que todos os seis grandes são caídos, é necessário recorrer a outros critérios para definir aqueles que realmente atendem a esta classificação. Para tanto, selecionei uma foto que ilustra com clareza o que estou falando. Note que os mamilos quase alcançam a linha do umbigo.
Correção: só através da Mastopexia é possível corriger este tipo de anomalia.
» Mastopexia ( Breast Lift ) - Cirurgia Plastica levantamento de Seios Caidos (flácidos).


3) Caídos e Murchos.
Seios Caídos e Murchos
Algumas situações acarretam seios caídos e diminuídos (hipoplasia). A maioria das causas podem ser atribuídas a três eventos principais:
Involução mamária pós-gravídica: em decorrência de reação indesejável das mamas ao pós-parto.
Emagrecimento ultra rápido: em decorrência de regimes severos, ou doenças graves.
Idade: a idade e o desleixo com o uso de sutiãs pode ocasionar o emurchamento mamário.
Correção: somente é possível corrigir este problema através do emprego de uma das técnicas de inclusão mamária.
» Mamoplastia de aumento.


4) Separados.
Seios Separados
Quando a disposição das mamas é assaz afastada, diz-se que são seios separados. Isto não é impeditivo do glamour de Adriane Galisteu, nem da atriz Keira Knightley (foto acima).
Correção: a única correção definitiva seria através do silicone, mas a aceitação e o uso de sutiãs apropriados suprem este pequeno desvio dos padrões estéticos usuais.


5) Silicone do mal.
Silicone do mal
A atriz Tori Spelling é um exemplo torturado de como tudo pode dar errado quando a cabeça não ajuda. Após uma sequência de engordas, emagrecimentos e trocas de implantes de silicone e... tchan, tchan, tchan! O resultado foi aterrador.


6) Silicone do bem.
Silicone do bem
A atriz Salma Hayek não personifica o exemplo da prótese "do bem", mas sim o resultado aparentemente bem sucedido. Por outro lado, sejamos sinceros, pela comparação entre as fotos, nota-se que tanto a Salma, como a Tori, não precisavam de silicone. As razões que as levaram a tal decisão foram em função da aceitação de pressões midiáticas prementes na sua profissão.


7) Assimétricos, ou com aréolas muito grandes e escuras.
Seios Assimétricos
Todos os membros do nosso corpo possuem alguma assimetria entre si, o que não poderia ser diferente com as mamas, que apresentam normalmente tamanhos e posicionamentos diferentes uma da outra. É o que se vê na garota da foto acima, a leve assimetria dos seus seios não a impede de exibi-los em topless.
Correção: em casos de assimetria severa, quando um seio é muito maior do que o outro e caído, retira-se o tecido mamário da mama maior (mastoplastia redutora), procede-se uma mastoplastia de equilíbrio, que consiste no levantamento do seio caído (lift), e iguala-se assim o tamanho entre ambas.
» Mastoplastia redutora / Mastopexia (cirurgia de redução/correção de ptose).


Algumas mulheres reclamam de aréolas muito grandes e escuras. Este tipo de “imperfeição” nada tem a ver com saúde e entra no terreno único e exclusivo da desadequação ao padrão estético imposto pela mídia.
» Correção de aréolas.


8) Muito pequenos ou ausentes.

Algumas mulheres sofrem pela pouca monta da sua “comissão de frente”, enquanto outras, como se pode depreender pela pose sensual da moça acima, aceitam placidamente os seus seios praticamente inexistentes.
Correção: somente é possível através da mamoplastia de aumento (inclusão de prótese de silicone).
» A Cirurgia para aumento da mama com Silicone.


9) Empinados.

Este é o grande sonho de 11 entre cada 10 estrelas! Qualquer mulher daria tudo para ter seios fartos e empinados. Infelizmente, este é um dom genético que vai sendo perdido com a idade, se bem que uma mulher de 35 anos afirmou neste Blog que continua com seus seios empinados. É claro certamente, que com uma boa ajuda de Deus e uma vida pautada por bons hábitos e costumes.


10) Seios Normais.
Seios normais
Há um grande contingente de mulheres que possuem apenas seios normais, nem grandes, nem pequenos, nem separados, nem caídos, nem demasiadamente flácidos. Uma senhora representante deste segmento majoritário é a atriz italiana Monica Bellucci.


Todavia, o conceito de seios normais é bastante estendido e vai muito além do padrão estrito adotado pela indústria pornográfica. Antes das mulheres se encucarem com seus seios ao ponto de sonharem com cirurgias plásticas reparadoras de algo que está de acordo com a variabilidade natural, a sugestão deste Blog é que consultem a Galeria de Seios Normais e o depoimento anexo a cada foto. Tal galeria demonstra a infinidade de variações possíveis convivendo na faixa daquilo que podemos conceituar como normalidade

Reações: