segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Stripetease - dicas de como fazer um strip completo

Fazer um strip não é a mesma coisa que tirar a roupa. A professora Nelma Penteado dá uma aula prática e a atriz Guta Stresser, que interpreta uma stripper no teatro, mostra como realizar a fantasia sem cair do salto nem se enroscar no sutiã.

Por Carla Leirner
Como manda o figurino
 
  
O figurino ideal é o que libera os movimentos, é fácil de tirar e combina com o estilo da protagonista. Um modelo que não tem erro é o clássico saia-blusa-casaco. A lingerie é provocante: calcinha, sutiã, cinta-liga, meias sete oitavos.Tem que ser linda, mas sem armadilhas: botõezinhos e colchetes complicados de abrir podem estragar o número.
É tudo cena
A preparação começa com o cenário. É preciso ter um ponto de apoio para facilitar algumas posições – pode ser um banco, uma cadeira, a quina do sofá. O ambiente não deve ser muito rebuscado, porque a atenção do parceiro deve estar centrada na performance. Meia-luz ou luz de vela criam uma atmosfera envolvente. Defina um lugar confortável e que possibilite visão perfeita da cena para o espectador.

A trilha sonora
Pode ser a trilha favorita do casal. Ou músicas que estimulem a sensualidade e a vontade de dançar, românticas ou agressivas. Para quem não sabe por onde começar, seguem as sugestões de Nelma Penteado:"Nove Semanas e Meia de Amor","True Lies","Lua de Fel" e "Striptease", entre as trilhas de filmes; Annie Lenox ("Diva"), Sade, Celine Dion, Madonna (a fase antiga) e Prince (especialmente as canções "Kiss" e "Get off "); amantes de MPB talvez encontrem inspiração em "Negro Gato", na interpretação de Marisa Monte, ou "Mania de Você",
com Rita Lee.

Corpo x desejo
O mito do corpo lindo, magro, sem celulite aniquila qualquer jogo amoroso. "As mulheres precisam se dar conta de que a sensualidade não está na estética corporal e sim na habilidade de usar o corpo como meio de comunicação erótica", diz a

sexóloga Glaury Coelho.
O striptease é um jogo erótico. Resgatar a cumplicidade a dois é mais importante do que performances cinematográficas. Treinos obsessivos tiram a espontaneidade, a cena pode ficar mecânica. Faz parte da lição relaxar e silenciar o censor interno.
Olho fixo e quadril sinuoso
Os olhos são os órgãos mais sedutores da mulher, mas o balanço do quadril é tudo num striptease, ensina professora Nelma Penteado, precursora de cursos de sedução em São Paulo. Os olhos devem ficar fixos no parceiro. Já os quadris oscilam para os lados, para a frente ou pra trás, em movimentos circulares e constantes. O efeito é hipnótico.
Contra-indicações
A função do striptease não é provar nada nem salvar relacionamentos. Jogos de sedução só funcionam se a mulher está segura e se o clima entre o casal é favorável. Não faça se estiver querendo apenas mostrar que é bonita, liberada ou capaz.

"Eu implicava com meu corpo"

Apontada pela crítica como revelação do teatro, a atriz Guta Stresser, 27 anos, atua na peça "Mais Perto", dirigida por Hector Babenco, no papel de Alice, uma stripper profissional. Ela usou sua formação de bailarina para compor a persona-gem. "Fui uma adolescente cheia de complexos", conta Guta. "Implicava com minha batata-da-perna e minha canela, que achava muito grossas, sem falar no culote, na falta de seios e na pouca estatura", diz. "Com o tempo, percebi que atraía os homens com esse jeito mignon, fui amadurecendo e gostando mais de mim. Percebi que a beleza não está no padrão estabelecido pela mídia."
O que fazer com as mãos
Elas ganham movimentos leves e devem percorrer todo o corpo."Funciona como um convite", diz Nelma Penteado, lembrando que ter auto-estima é básico."Se você mesma não se gosta, se nunca se acaricia, por que esperar que o outro goste e queira tocar você?" As pernas ficam levemente flexionadas na maior parte dos tempo e, após a retirada dos sapatos, as mulheres podem fazer alguns movimentos na ponta dos pés, como as bailarinas e as pin-ups: o recurso alonga a silhueta e torna o movimento gracioso.
Fantasia light
Segundo a psicoterapeuta de casais e sexóloga Glaury Coelho,"o strip é uma fantasia aceita socialmente porque não inclui dor ou violência, comum em outras práticas sexuais como o fetichismo ou o sadomasoquismo". Para Nelma Penteado, o interesse crescente pelas técnicas de striptease nos últimos anos confirma que o tema saltou dos guetos das boates e telas de cinema para o mundo das mulheres interessadas em tornar sua vida sexual mais excitante.
Nada de vexame
Faça o strip em chão firme. Nada de subir de salto 12 em cima do colchão ou em cima da mesa. É tombo na certa. Prefira os lugares mais reservados. Se for em casa, desligue o telefone, mande as crianças passear ou dormir. Não beba muito, com a desculpa de ficar mais solta. Lembre-se de que você vai precisar manter o equilíbrio para tirar algumas peças.


Passo-a-passo

Para as iniciantes, o tempo mínimo do strip é um minuto e o máximo, três. Cada peça retirada é um prêmio: mostre-a antes de se livrar dela.

O casaco
Tire a primeira peça enquanto movimenta ombros e quadris num balanço suave.

A blusa
Os botões são desabotoados sem pressa. Não olhe para a blusa, mantenha os olhos no parceiro. Tire a blusa, mas antes de se livrar dela passe-a pelo corpo, provocando o espectador.

A saia
Movimentando os quadris e deslizando as mãos, mostre sua saia. Abaixe o zíper lentamente. Enquanto ela está caindo, atraia a atenção do parceiro acariciando o próprio corpo. Dê um passo lateral e vá “saindo” da saia. Nunca se abaixe para apanhar uma peça.

A cinta-liga
Mantenha os joelhos flexíveis e prefira posições que revelem o lado exterior da coxa, uma parte muito sensual do corpo feminino. Para retirar a cinta-liga, apóie o pé na cadeira. Com a postura sempre ereta, abra o fecho da peça e tire-a. Em pé, exiba a peça, esticando-a na frente dos quadris, e arremesse-a.

Os sapatos
Tire um de cada vez, mas quase ao mesmo tempo para evitar sair por aí mancando.

As meias
Esse momento exige equilíbrio e a cadeira é ótima aliada. Apóie um dos pés no assento e desenrole cada meia pela perna, até a pontinha do pé. Prenda uma das extremidades entre os dedos, estique a peça para mostrá-la e solte. Repita com a outra perna.

O sutiã
Puxe uma alça, depois a outra.Tenha calma. Sente-se na cadeira de costas para ele. Projete um pouco o tronco para a frente e levante os quadris sutilmente. Abra o fecho e deixe que ambas as alças escorreguem pelos braços. Retire e contenha-se: nunca mostre tudo de uma vez. Já de frente, abrace o corpo, revelando um seio, escondendo o outro.

A calcinha
De frente ou de costas, desenrole a peça pelo corpo, como foi feito com a meia. Não se preocupe com a perfeição do movimento: a atenção do seu parceiro nesse momento estará voltada para sua nudez. Tenha à mão uma estola em tecido leve, meio transparente, para você se envolver no final da apresentação se desejar.

Reações: