domingo, 27 de fevereiro de 2011

O tabu do "fio terra"

POSTAGEM RETIRADA DE UM OUTRO Blog...

OIII ,ONTEM ACONTECEU ALGO QUE EU ACHEI BIZARRO,MEU MARIDO E EU ESTAVAMOS TRANZANDO ,E FAZENDO UM 69 QUANDO EU DECIDI FAZER UM FIO TERRA E PRA MINHA SURPRESA ELE DEIXOU E PARECEU GOSTAR ,MAIS EU DEI UMA LAMBIDA LÁ E TO MORRENDO DE NOJOOOO ATE AGORA ,NAO SEI COMO TIVE CORAGEM DE LAMBER LÁ? E NORMAL E SERA QUE ELE E GAY ?ESTOU CONFUSA PORQ EU ACHEI Q ELE GOSTOU E ELE E SEMPRE TAO MACHISTA QUE ISSO ME ASSUSTOU.AGENTE NAO FALOU NADA DEPOIS ,MAIS EU TO MUITO MAL PORQ EU TO COM NOJO DOQ FIZ E NORMAL ISSO NA PRIMEIRA VEZ?
....
Olá querida, obrigada por escrever e relatar o que aconteceu com você.
Acredito que, se você tomou a atitude em estimular o seu marido, é porque isso lhe deu prazer. Isso foi é importante, tomar atitude naquilo que te dá prazer.
Mas tenha certeza de uma coisa, seu marido não é gay por simplesmente gostar de ser estimulado no anus. O anus é uma zona erógena, muitos homens, mas muitos mesmo, sentem imenso prazer em serem estimulados nessa região.

Agora me diga, o que te faz pensar que seu marido é gay só porque sente prazer ali? Quem disse que ali é uma região proibida? Que a partir dali ele muda a sua sexualidade?
Um homem para ser considerado homossexual, ele precisa ter relações homossexuais, ou seja, sexo entre dois homens. É isso, que caracteriza a homossexualidade e não o fato dele
sentir prazer em regiões pouco exploradas para o prazer masculino.

Sobre você sentir nojo, isso é normal, mas se te deu prazer, tem pessoas que usam insulfilm para proteger a região e estimular. Pode parecer ridiculo, mas se é algo que dá prazer aos dois, não custa tentar. Só estão vocês dois, ninguém mais e é um momento de vocês. Aproveitem isso.

..........

ja pratico o fio terra com a minha namorada a um tempo
e na hora ela fica louca rs
mas o problema e pra começar o.o
ela fala que tem vergonha e so fica passando o dedo por fora [não que eu não goste disso , ja que so as passadas de dedo ja e bom de maaais rs]
mas ate chegar ao vamos ver ela demora um pouco
poderia me ajudar ???
a tirar essa vergonha da minha namorada ?
bjs

....................

Olá, obrigada por escrever e participar do blog.
De fato, o fio terra é ainda um ato não comum entre os casais. É normal que a sua namorada tenha vergonha. Eu acredito que é algo que dê prazer à ela realmente, mas ela ainda é presa à alguns conceitos bobos.
O importante é conversar sempre com ela abordando o que falei acima, isso é uma zona de prazer sua e algo que dá tesão aos dois, então porque não fazer? Diga que ela não precisa ter vergonha , que a vergonha só atrapalha essa relação gostosa entre vocês. Uma dica é na hora H , é você estimulá-la com palavras , excitando, brincando, pedindo o que você quer, mostrando o quanto você quer aquilo. Ela vai se excitar vendo o quanto ela consegue te excitar com um ato tão simples.
Boa Sorte!




O tabu do "fio terra"

Pouquíssimos são os heterossexuais que praticam essa modalidade sexual e, principalmente, falam sobre ela abertamente
Flávia Pegorin

Eis um assunto sobre o qual a esmagadora maioria dos homens evita tagarelar – mesmo aqueles mais ousados, que não evitam qualquer assunto de natureza sexual, seja na mesa do bar ou na sala do escritório. Só o nome popular dessa prática, porém, já é suficiente para deixar sem reação muitos deles. Vamos falar de “fio terra”?

Pouquíssimos são os heterossexuais que praticam essa modalidade sexual e falam sobre ela abertamente. Menor ainda é o grupo que confessa realmente gostar dela. O principal motivo, claro, é ser tachado de homossexual por apreciar a estimulação do ânus.

Mas, de acordo com especialistas, a região anal, quando tocada, traz grande carga de prazer para muitas pessoas, sejam mulheres ou homens. A parte externa do ânus humano concentra várias terminações nervosas e, por isso, as carícias feitas ali podem provocar muitas sensações. A parte interna do ânus também produz essas sensações, principalmente porque, nos homens, ali é possível estimular a base interna do pênis, o duto ejaculatório e a próstata. 

Na práticaO caso é que essas regiões do corpo masculino podem, na verdade, dar tanto uma sensação de bem-estar quanto de mal-estar, dependendo em primeiro lugar não do aspecto físico, mas da carga emocional da pessoa. “A penetração pode ser muito dolorosa ou impraticável, se não houver relaxamento e lubrificação adequada da região, pois os estímulos dolorosos acabam se sobrepondo aos de prazer”, diz Carmita Abdo, psiquiatra e professora da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e coordenadora do Projeto Sexualidade (ProSex) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas.

Ela lembra que a obtenção do prazer deve ser uma preocupação das duas pessoas em uma relação. “Devemos pôr abaixo essa ditadura do ‘experimentar tudo’ e ter que sentir prazer com todo e qualquer recurso. Não somos máquinas. Os sentimentos, as emoções, as motivações, os valores e a educação que recebemos pesam muito no nosso comportamento e na forma como exercemos nossa sexualidade”, completa Carmita.

Será que ele é?
Segundo sexólogos, gostar do tal “fio terra” também não tem nada a ver com ser gay. Eles definem que a homossexualidade é ligada à direção do desejo: se a pessoa sente atração por alguém do mesmo sexo, é homossexual; aqueles que sentem desejo por ambos os sexos, seriam bissexuais; mas se um homem fica excitado apenas com mulheres, ele é heterossexual, independente da satisfação que sinta na região do ânus. 

Jefferson Soares*, advogado, é exceção, pois garante sentir prazer quando a namorada pratica a estimulação anal e jamais pensar se isso faz dele homossexual. “É uma brincadeira a mais, não se trata de só ter estímulo assim. Nós dois sentimos prazer de várias formas. E eu acho isso muito sadio num relacionamento”, diz. Mesmo assim, ele conta que nunca fala disso com colegas. “Não é um papo que a maioria dos amigos quer ter. E eu não quero virar alvo de piada por causa da minha intimidade”, diverte-se.

Já o barman Silvio Mancini* é definitivo: não procura e nem acha graça nesse tipo de satisfação sexual. “Existem muitas formas de sentir prazer, mas essa definitivamente é mais um incômodo do que uma ‘grata surpresa’”, brinca. “Apenas uma namorada fez comigo, sem me pedir nem nada. Eu não esperava, o que para muita gente pode ser divertido e estimulante... Mas eu achei estranho mesmo. E bem constrangedor”, conta.

“A vergonha ainda parece ser a principal questão na estimulação anal com os homens”, conclui a sexóloga Tamires Arcanjo, de São Paulo. “Apesar de muitos deles gostarem de fazê-lo com suas namoradas e esposas – e até reclamar quando elas dizem não gostar disso – os homens encaram mesmo como tabu. A tendência, porém, é isso se diluir na evolução da sociedade”, acredita Tamires. “E daí eles apenas avaliarão se gostam ou não, e não se ‘é certo ou não’ gostar dessa prática”, completa.

* Os nomes dos entrevistados foram trocados.

Reações: